Retorno ao Brasil e fim do blog!

Pois bem, após o fim do mochilão retornei a Dublin para meu último fim de semana. Cheguei no sábado pela manhã, tentei dormir um pouco, já que durante o mochilão pouco dormir, mas a adrenalina do mochilão junto com a expectativa de voltar não me deixou dormir, então levantei e fui lavar as roupas do mochilão e arrumar a mala.

Depois de jogar alguma cosias na mala, fui pro centro comprar as últimas lembranças, não sabia o que sentia, se tava feliz por tá voltando e encontrar as pessoas que amo ou se ficava triste por tá deixando a ilha verde!

Procurei não pensar muito e fui me divertir comprando as lembranças e gastando meus últimos euricos. Voltei já no sábado a noite pra casa e as meninas (Carol e Manu) foram me ajudar a enfiar tudo na mala. Definitivamente não sou boa em arrumar malas! Terminamos já no sábado de madrugada, as meninas foram dormir e eu fiquei pela sala, não conseguia dormir, era uma angustia misturado com felicidade, deitei no sofá e fiquei olhando pra aquela casa bagunçada, que não tinha minha cara e tava longe de ser igual a minha que tanto reformei no Brasil, mas lá no fundo eu sabia que iria sentir falta dela!

A madrugada do sábado custou a passar e eu não dormir absolutamente nada passei direto, quando finalmente amanheceu comi alguma coisa e fui ao centro novamente pra comprar mais umas besteiras, fui andando como a maioria das vezes que fiz e já sabia todo os caminhos e atalhos de cabeça. Mas dessa vez era diferente seria minha última caminhada, minha última ida ao centro. Fui caminhando lentamente sentindo o frio gelado entrar nos meus pulmões e olhando cada pedacinho daquelas ruas. Não sei pra que sai tão cedo, se Dublin é uma cidade que acorda tarde durante a semana imagina no domingo! Obviamente estava tudo fechado só abriria as 10hs e ainda eram 8hs. Em quanto aguardava as lojas abrirem comprei um chocolate quente e fui sentar no banco em frente ao rio que divide a cidade. Sei lá por quanto tempo fiquei ali olhando a paisagem cinzenta fria e linda! Dexei algumas lagrimas descerem eu tinha esse direito foram 8 meses intenso e muito bem vividos que eu sentiria muita falta! Alguns ônibus começaram a circular e umas lojas a abrir passei pela última vez no Tesco e no Lidl ai como eu vou sentir falta desses mercados, ou melhor dos preços deles ahahah! Passei a parte da manhã pelo centro depois me encontrei com uns amigos pois iria ter um churrasco a tarde que eu faria minha despedida. Comprei com eles a carne e demais coisas que precisava e voltei pra casa. Almoço? Passou batido como inúmeras vezes, cheguei em casa liguei o boile ahh boile de tu eu não sentirei falta, prefiro meu chuveiro elétrico. Comi alguma besteira, tomei um banho quente naquele banheiro gelado sem ralo e com uma banheira que eu nunca consegui tomar um banho de verdade nela e fui me arrumar pra minha última noite em dublin. Minha cara tava meio de zumbi, me dei conta que minha última noite foi da quinta pra sexta e desde então não dormir mais do que 2hs. Segui com as meninas pro churrasco. Lá encontrei pessoas que já conhecia e pessoas que eu nunca vi, festa na casa de brasileiro em Dublin é assim mesmo, amigo do amigo do amigo do primo vai leva sua birita um pedaço de carne e ta tudo certo.

Durante a festa as pessoas não acreditavam que eu iria embora naquela madrugada e estava ali de boa, mas onde mais eu deveria está? Em casa chorando? O sentimento de tristeza por está indo embora foi tomado por expectativa de chegar logo e rever meus pais, meu marido e todos que eu tinha saudade! Ri, brinquei, comi me divertir como se fosse meu último dia, e foi!

Parte da galera do churras!

IMG_1535 IMG_1539 IMG_1540

Voltei pra casa de bus, curtir (mais uma vez) olhar a plaquinha eletrônica na parada avisando que horas o ônibus ia passar e vê se ele chegaria no horário mesmo, fui pro primeiro andar do bus e fomos bater mais fotos!

IMG_1541 IMG_1551 IMG_1554 IMG_1563 IMG_1567

Em casa, olhei se tinha botado tudo na mala pela última vez e esperei o jonh para me levar pro aeroporto, por volta das 1h da madrugada ele chega e fomos para o aeroporto eu carol, manu e o jonh. Lá me despedi das meninas, abracei Carol e nos perguntamos se nos veríamos novamente e subi para a sala de embarque. O voo so saíria as 5 da manhã e eu passaria depois de tantas mais uma noite no aeroporto. Fiquei um tempo olhando pra aquele aeroporto minúsculo que passei tantas vezes, me acomodei num canto, botei a mochila na cabeça e tentei dormir… em vão! Fiz as contas de quantos dias estava sem dormir, isso estava me preocupando! Comecei a pensar como seria minha volta como eu iria passar o dia seguinte? Cada um continuou com sua vida com seu trabalho com seus compromissos e eu? O que faria? Era dezembro natal e fim de ano chegando, seria só festas mas e depois? O sentimento de angustia voltou então tratei logo de parar de pensar e deixar as coisas acontecerem.

Finalmente deu 5hs e eu embarquei, o voo pra amsterdã foi rapidinho mas passei por um cochilo e acordei com um lado do rosto dormente, pensei, dormir com a cara na janela e prendi a circulação. Logo anunciaram que estávamos descendo.  Praticamente eu não tinha tempo de fazer a troca de avião mas parei no duty free gastei meu último dinheirinho e lamentei não ter mais tempo, quanta coisa barata! Vou sentir falta desses preços também!

Corri pro avião o destino agora era São Paulo, tava mais perto de casa do que nunca! O voo para são paulo foi um martírio, foram as 9hs mais longas da minha vida. Tentei dormir, eu tinha que dormir, me encostei na janela tirei os tênis e tentei me acomodar da melhor forma possível. Dormir um pouco e acordei com a metade do rosto mais uma vez dormente e formigando, dessa vez senti medo comecei a gesticular a boca, por um momento pensei que tinha tido um derrame ou coisa do tipo. Peguei um espelho, tudo normal aparentemente mas a dormência estava incomodando. Fiquei com medo de cochilar de novo e passei  o resto do voo acordada tentando manter a calma. Não sei quanto tempo depois o rosto voltou ao normal. Levantei e fui caminhar pelo avião, rezava pra aquela viagem acabar logo estava agoniada, muito agoniada e precisava dormir, 48hs sem dormir, eu iria pirar!

Finalmente aterrizei em São Paulo, fiquei em choque! Barulho pessoas falando português alto, minha cabeça deu um nó! Fiquei parada um tempo e fui procurar algo pra comer. Meu voo ia demorar a sair e eu so chegaria em recife pela manhã do dia seguinte.

Tava uma confusão minha cabeça toda vez que eu ia pedir algo saia um please primeiro ou então quando a atendente falava comigo em português eu estranhava e ficava esperando ela falar em inglês. Mó doidera!

Fui esperar o tempo passar e um sentimento de medo me invadiu eu não podia mais dormir despreocupada no aeroporto eu não tava mais em “segurança”. Um sentimento de querer chegar em casa logo com o de voltar pra Dublin foi imenso, fiquei angustiada, me abracei com a mochila e fiquei ali sentada olhando pro nada esperando a hora passar!

Finalmente era hora de embarcar tinha uma última noite voando, eram 3hs de voo, pensei cá com meus botões dessa vez consigo dormir o corpo não aguenta mais! Tirei os tênis me acomodei na janela e tentei dormir. Passei por um sono e mais uma vez acordei com o rosto formigando e dormente, dessa vez o lado contrário e junto com a dormência a dor que eu já sentia devido a sinusite. O desespero bateu, olhei no espelho de novo tudo normal, olhei pro lado a mulher estava dormindo, alias todos estavam dormindo! Comecei a chorar baixinho eu queria descer do avião, queria gritar! Chorei muito e dormir novamente, acordei sem dormência dessa vez! Dei graças a Deus quando anunciaram que íamos aterrizar. A saída do avião pareceu uma eternidade e um corredor sem fim até que finalmente encontrei ele, na sala de espera de braços aberto para me receber! Chorei com toda minha propriedade, estava de volta!

Passei mal com o calor, quase matei meus pais de susto (ninguém da minha família sabia que eu estava de volta) em fim fiz tud o que eu tinha direito! Ahhh e dormir também, dessa vez numa cama gostosa, num quarto gelado (ja que o calor tava de matar) enrolada em braços deliciosos e protetores.

Nos dias seguintes foi que a realidade bateu! Eu tinha voltado, pessoas mal educadas, pessoas falando alto, pessoas olhando pra o que tu veste ou deixa de vestir um calor de matar….. Brasil!

Sinto falta de tudo em Dublin, toquei a vida por aqui, tem que tocar não é? Voltei a trabalhar, estudar… segui minha vida mas com a certeza de que um dia volto, ou saio do Brasil de vez, pra Irlanda ou pra outro lugar, mas aqui literalmente não dá mais!!

Agradeço a todos que passaram e ainda passa por aqui! O blog ficará ativo, mas não pretendo escrever mais! Caso queira tirar alguma dúvida ou fazer alguma pergunta é só postar um comentário ou me mandar um email: itanaua@gmail.com

Abraços.

semana imagina

Anúncios
Categorias: Uncategorized | 5 Comentários

Navegação de Posts

5 opiniões sobre “Retorno ao Brasil e fim do blog!

  1. Gabriel Assunção

    😥

  2. Rose Magna

    poxa … nunca comentei… mas desde o outro blog(603) eu te acompanho.. adorava te ler… vc era sempre bem detalhista… hehhehe… conta o q vc ta fazendo e tal… volta pro outro blog… fala como o ap ta hj… enfim… faz sinal de fumaça muie! haiehaoieuhoiaeu beijao! felicidadessss

    • Oi Rose, nossa muito obrigada por acompanhar a tanto tempo!
      Pois é, ficou faltando algo a mais né? Só relatei a volta literalmente, falta dizer como ficou depois disso rsrs!
      Pode deixar vou preparar um post especial contando como estou depois dessa grande aventura!
      Já havia pensado nisso e agora com seu comentário deu mais vontade hehehe!

      Beijos e apareça sempre!

      • Rose Magna

        eiii eu nao esqueci viu… to sempre entrando nos seus 2 blogs para saber se vc vai continuar… estou na esperaa…. hahahha

  3. Roooosseee pensei que tinha desistido de mim hahahahaha, que bom que ainda aparece! Não desistir de escrever o post é a vida que ta corrida mesmo, não consigo parar em casa um fim de semana! Mas penso direto nos teus comentários rsrs!

    Vou escrever sim, pode aguardar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: