Arquivo do autor:itanaua

Post Extra – Vida após intercâmbio

O blog já está encerrado eu sei, mas muita gente me pediu pra postar como estão as coisas pós intercâmbio! Acho justo, tem gente que me acompanha desde meu outro blog e sumi assim sem nem ao menos da uma satisfação é fogo né não?? Eu acompanho blogs e quando um se encerra fico naquela de quero mais, então entendo perfeitamente!

Adiei esse post por mêses a fio, Rose que o diga né Rose? Mas agora vai!

Pois bem.. cheguei em pleno mês de papai noel o que por um lado foi ótimo. Passar o natal em família reconforta a volta, mas foi péssimo no quesito emprego. Eu tinha voltado já decidida que não queria voltar pra mesma área que eu trabalhava, continuaria com TI mas não fazendo a mesma coisa. Claro porque ir pelo mais simples se eu posso complicar né? Não seria eu!  Eu poderia ter voltado pra empresa antiga a qual eu pedi demissão pra viajar, mas não, teimo em recusar qualquer oferta do ramo pra começar alguma coisa do zero!

Como era Dezembro e empresas não contratam fim de ano, resolvi fazer uns cursos na nova área que eu queria ir e em janeiro, consegui um emprego, o que foi até rápido já que minhas amigas que retornaram demoraram em média 4 meses pra conseguir entrar no mercado de trabalho. Empresa pequena, muuuuito pequena, meio bagunçada… longe do que eu tinha como referência que eu tinha passado 5 anos trabalhando! Mas era o que tinha pra hoje, eu tinha que re-começar e pra re-começar tem que ser por baixo né? Da mesma forma que se re-começa quando se vai pra um novo país e que você se submete a vender jornal no sinal de trânsito, tem que submeter a começar de baixo quando retorna pra seu país também.

Com 5 meses pedi demissão, empresa pequena que pensava pequeno e agia menor ainda… tinha futuro ali não! Consegui um outro emprego em outra empresa e em outra área! Assim mesmo pei-pfu saindo de uma entrando em outra. Basicamente apostei pra vê no que ia dar. Apostei e perdi, após 3 meses fui demitida! Desabei, 30 anos na vida e a primeira vez que eu tinha sido demitida… normalmente eu peço demissão. Tudo na vida tem sua primeira vez, essa foi a minha! Não, não fiz nada de errado… só as coisas não funcionaram na empresa como estávamos esperando. “Estávamos”leia-se a empresa e eu!

Nesses meses tentei não lembrar de Dublin nem da vida que levava lá… mas era bem difícil a cada fila que eu enfrentava a cada esbarrada que as pessoas me davam, a comida, o trânsito o calor, a rotina… tudo fazia falta! Meu ano estava bem instável… pedi demissão, fui demitida… consequências de 1 ano fora do país e eu sabia que seria assim e seria pior por não querer voltar pra mesma área. Eu tinha plena consciência do que fiz quando pedi demissão pra ir e tinha mais ainda quando voltei e os passos que seguiria por mais doloroso que seria!

Convites para voltar para antiga empresa surgiram mais de uma vez e eu recusei mais de uma vez… já era outubro, passei pouco mais de 1 mês desempregada que parecia 1 ano pra mim e em novembro fui chamada pra outra empresa pouco antes de aceitar o quarto (ou seria o quinto?) convite para retomar a antiga empresa, já estava pensando que minha teimosia seria burrice e que o melhor mesmo seria voltar! Mas aceitei o convite da nova empresa e no fim de novembro comecei a trabalhar novamente!

Pela primeira vez depois da minha volta vi a necessidade do inglês. Tive que fazer uma entrevista em inglês e um redação em inglês, passei e me chamaram pra trabalhar lá! E uso inglês praticamente diariamente… não conversando (infelizmente), sinto muita falta de tentar falar inglês, mas todo email que mando tem que ser em inglês e converso pelo chat com pessoas da índia e dos EUA. Fui treinada por um cara do Texas, sotaque carregadíssimo e com um indiano… não sei quem era pior de entender! Vi o quanto travei esse tempo todo sem falar… e que meu inglês ainda é um lixo!

Ainda estou nessa mesma empresa, uia já estamos em Setembro já já completo 1 ano lá, vou ter que soltar fogos pra comemorar!

Quanto a saudades de Dublin…. imensa…. o Sorry vem na cabeça ainda hoje antes mesmo de “Desculpa” é automático, sinto falta dos supermercados de lá, mesmo eu emagrecendo 6kg em quanto estive lá e eu comia viu, mas gastava muita caloria também rsrsrs! Sinto falta das ciclos faixas das caminhadas dos parques, aquela ilha é surreal!

Não, não tenho vontade de fazer outro intercâmbio, não seria a mesma coisa… mas tenho vontade de sair do Brasil. Alías sempre tive e conhecendo o que é bom então… impossível não querer!

Veja bem não é que não gosto do Brasil, até gosto, acho um país muito bom com belas praias e pessoas calorosas mas não é pra mim, me sinto uma estranha no meu próprio país.

Não gosto da sobrevida que se leva aqui, da insegurança que sinto todos os dias quando saio pra trabalhar, do medo que me dá toda vez que paro num sinal de trânsito e acho que o cara que vende pipoca vai me assaltar, do falar alto das pessoas, da falta de educação de não respeitar seu espaço.
Sinto falta das pessoas pararem no lado direito da escada rolante para as mais apressadas passarem no lado esquerdo, sinto falta das pessoas na fila do supermercado pararem uma distância de um braço esticado literalmente para dar espaço a você e não bater com o carrinho nas tuas pernas, sinto falta do sorry quando alguém quer passar e você está na frente. Sinto falta de caminhar e o único medo que vou sentir é se um drogado vai me jogar tomate. Sinto falta de pegar meu tablet/notebook/celular e usar no metrô em quanto viajo pra outra cidade no fim de semana só pra conhecer o que tem de bom sem ter medo de que vão assaltar o metrô. Sinto falta de botar a camera pendurada no meu pescoço e sai por ai fotografando preocupada só se vai chover ou não.

Cada dia que abro o jornal e me deparo com uma noticia de morte e assassinato meu coração vem na boca as pessoas roubam por prazer e matam por brincadeira. Não quero viver num país assim, não quero criar filhos num local onde eu mal consigo sobreviver.

Veja bem não acho que lá fora seja so paraíso, tem seus problemas e crises.. mas com toda crise se vive com um mínimo. Se tem o mínimo pra viver. Se tem saúde e segurança por igual!

Pra se ter noção da violência em que vivemos no ano de 2013 de acordo com a UNODC a cada 100 mil habitantes aproximadamente 54 MIL  foram de homicídios intencionais.
Sabe quantos foram na Irlanda? 52 homicídios. Isso mesmo 52! Ah é um país pequeno tem que ter menor proporção né?
Então vamos pegar um país maior. No Canadá foram 505! Vai me dizer que o Canadá é pequeno?!

Existem lugares piores que o Brasil? Com toda certeza. Mas eu tou procurando o melhor pra mim e não o pior! Fazer referência com países piores que o Brasil é querer se enganar e achar que mora no paraíso!

Não vou dizer aqui que só isso é motivo para querer ir embora, mas que assusta isso assusta sim! Mas nem todos estão disposto a querer re-começar em outro lugar e por mais que eu coloque dados e mais dados provando por A+B que em outro lugar é possível se viver melhor, pra quem vive satisfeito com a vida que leva, eu disse satisfeito e não feliz (pra mim são coisas bem diferentes) não vai concordar comigo!

Certo dia eu tava lendo… na Europa e na America do norte os fogões de lá são elétricos e o dono da casa é responsável em quando alugar o imóvel já tenha geladeira e fogão. Caso ocorra algum problema com os equipamentos é ele que deve mandar concertar. O fogão de um casal que mora fora do Brasil parou de funcionar, ligaram pra dona do apartamento e ela mandou um rapaz lá dá uma olhada pra vê se tinha concerto ou se ela deveria comprar outro. Durante a visita do técnico que era imigrante eles conversaram descobriram que o técnico do fogão era Engenheiro Civil, mas que não conseguiu trabalhar na área dele nesse país que o aceitou como imigrante devido a diversos outros fatores e que então trabalha como técnico de elétrica e sustenta toda a família (mulher e filhos). Perguntaram se ele não preferia volta pra o país dele e atuar como Engenheiro mas a resposta foi automática preferia ser eletricista onde estava a viver como engenheiro na terra dele.

E é mais ou menos por ai que eu quero pra mim… não pretendo viver vendendo jornal na Europa nem muito menos me tornar eletricista de fogão, mas se é pra viver melhor não tenho medo nem problema nenhum de tentar uma coisa nova!

O que não quero pra mim é dormir pra acordar e acordar pra dormir. Gastando meu tempo trabalhando pra ganhar dinheiro e depois gastando meu dinheiro com remédios para tratar das doenças que obtive por trabalhar de mais!

É isso ai, espero que gostem de saber como ando depois desse tempo e quem sabe essa idéia minha de querer sair do Brasil depois se torne um novo blog…. caso positivo juro que venho aqui avisar!

Categorias: Uncategorized | 3 Comentários

Retorno ao Brasil e fim do blog!

Pois bem, após o fim do mochilão retornei a Dublin para meu último fim de semana. Cheguei no sábado pela manhã, tentei dormir um pouco, já que durante o mochilão pouco dormir, mas a adrenalina do mochilão junto com a expectativa de voltar não me deixou dormir, então levantei e fui lavar as roupas do mochilão e arrumar a mala.

Depois de jogar alguma cosias na mala, fui pro centro comprar as últimas lembranças, não sabia o que sentia, se tava feliz por tá voltando e encontrar as pessoas que amo ou se ficava triste por tá deixando a ilha verde!

Procurei não pensar muito e fui me divertir comprando as lembranças e gastando meus últimos euricos. Voltei já no sábado a noite pra casa e as meninas (Carol e Manu) foram me ajudar a enfiar tudo na mala. Definitivamente não sou boa em arrumar malas! Terminamos já no sábado de madrugada, as meninas foram dormir e eu fiquei pela sala, não conseguia dormir, era uma angustia misturado com felicidade, deitei no sofá e fiquei olhando pra aquela casa bagunçada, que não tinha minha cara e tava longe de ser igual a minha que tanto reformei no Brasil, mas lá no fundo eu sabia que iria sentir falta dela!

A madrugada do sábado custou a passar e eu não dormir absolutamente nada passei direto, quando finalmente amanheceu comi alguma coisa e fui ao centro novamente pra comprar mais umas besteiras, fui andando como a maioria das vezes que fiz e já sabia todo os caminhos e atalhos de cabeça. Mas dessa vez era diferente seria minha última caminhada, minha última ida ao centro. Fui caminhando lentamente sentindo o frio gelado entrar nos meus pulmões e olhando cada pedacinho daquelas ruas. Não sei pra que sai tão cedo, se Dublin é uma cidade que acorda tarde durante a semana imagina no domingo! Obviamente estava tudo fechado só abriria as 10hs e ainda eram 8hs. Em quanto aguardava as lojas abrirem comprei um chocolate quente e fui sentar no banco em frente ao rio que divide a cidade. Sei lá por quanto tempo fiquei ali olhando a paisagem cinzenta fria e linda! Dexei algumas lagrimas descerem eu tinha esse direito foram 8 meses intenso e muito bem vividos que eu sentiria muita falta! Alguns ônibus começaram a circular e umas lojas a abrir passei pela última vez no Tesco e no Lidl ai como eu vou sentir falta desses mercados, ou melhor dos preços deles ahahah! Passei a parte da manhã pelo centro depois me encontrei com uns amigos pois iria ter um churrasco a tarde que eu faria minha despedida. Comprei com eles a carne e demais coisas que precisava e voltei pra casa. Almoço? Passou batido como inúmeras vezes, cheguei em casa liguei o boile ahh boile de tu eu não sentirei falta, prefiro meu chuveiro elétrico. Comi alguma besteira, tomei um banho quente naquele banheiro gelado sem ralo e com uma banheira que eu nunca consegui tomar um banho de verdade nela e fui me arrumar pra minha última noite em dublin. Minha cara tava meio de zumbi, me dei conta que minha última noite foi da quinta pra sexta e desde então não dormir mais do que 2hs. Segui com as meninas pro churrasco. Lá encontrei pessoas que já conhecia e pessoas que eu nunca vi, festa na casa de brasileiro em Dublin é assim mesmo, amigo do amigo do amigo do primo vai leva sua birita um pedaço de carne e ta tudo certo.

Durante a festa as pessoas não acreditavam que eu iria embora naquela madrugada e estava ali de boa, mas onde mais eu deveria está? Em casa chorando? O sentimento de tristeza por está indo embora foi tomado por expectativa de chegar logo e rever meus pais, meu marido e todos que eu tinha saudade! Ri, brinquei, comi me divertir como se fosse meu último dia, e foi!

Parte da galera do churras!

IMG_1535 IMG_1539 IMG_1540

Voltei pra casa de bus, curtir (mais uma vez) olhar a plaquinha eletrônica na parada avisando que horas o ônibus ia passar e vê se ele chegaria no horário mesmo, fui pro primeiro andar do bus e fomos bater mais fotos!

IMG_1541 IMG_1551 IMG_1554 IMG_1563 IMG_1567

Em casa, olhei se tinha botado tudo na mala pela última vez e esperei o jonh para me levar pro aeroporto, por volta das 1h da madrugada ele chega e fomos para o aeroporto eu carol, manu e o jonh. Lá me despedi das meninas, abracei Carol e nos perguntamos se nos veríamos novamente e subi para a sala de embarque. O voo so saíria as 5 da manhã e eu passaria depois de tantas mais uma noite no aeroporto. Fiquei um tempo olhando pra aquele aeroporto minúsculo que passei tantas vezes, me acomodei num canto, botei a mochila na cabeça e tentei dormir… em vão! Fiz as contas de quantos dias estava sem dormir, isso estava me preocupando! Comecei a pensar como seria minha volta como eu iria passar o dia seguinte? Cada um continuou com sua vida com seu trabalho com seus compromissos e eu? O que faria? Era dezembro natal e fim de ano chegando, seria só festas mas e depois? O sentimento de angustia voltou então tratei logo de parar de pensar e deixar as coisas acontecerem.

Finalmente deu 5hs e eu embarquei, o voo pra amsterdã foi rapidinho mas passei por um cochilo e acordei com um lado do rosto dormente, pensei, dormir com a cara na janela e prendi a circulação. Logo anunciaram que estávamos descendo.  Praticamente eu não tinha tempo de fazer a troca de avião mas parei no duty free gastei meu último dinheirinho e lamentei não ter mais tempo, quanta coisa barata! Vou sentir falta desses preços também!

Corri pro avião o destino agora era São Paulo, tava mais perto de casa do que nunca! O voo para são paulo foi um martírio, foram as 9hs mais longas da minha vida. Tentei dormir, eu tinha que dormir, me encostei na janela tirei os tênis e tentei me acomodar da melhor forma possível. Dormir um pouco e acordei com a metade do rosto mais uma vez dormente e formigando, dessa vez senti medo comecei a gesticular a boca, por um momento pensei que tinha tido um derrame ou coisa do tipo. Peguei um espelho, tudo normal aparentemente mas a dormência estava incomodando. Fiquei com medo de cochilar de novo e passei  o resto do voo acordada tentando manter a calma. Não sei quanto tempo depois o rosto voltou ao normal. Levantei e fui caminhar pelo avião, rezava pra aquela viagem acabar logo estava agoniada, muito agoniada e precisava dormir, 48hs sem dormir, eu iria pirar!

Finalmente aterrizei em São Paulo, fiquei em choque! Barulho pessoas falando português alto, minha cabeça deu um nó! Fiquei parada um tempo e fui procurar algo pra comer. Meu voo ia demorar a sair e eu so chegaria em recife pela manhã do dia seguinte.

Tava uma confusão minha cabeça toda vez que eu ia pedir algo saia um please primeiro ou então quando a atendente falava comigo em português eu estranhava e ficava esperando ela falar em inglês. Mó doidera!

Fui esperar o tempo passar e um sentimento de medo me invadiu eu não podia mais dormir despreocupada no aeroporto eu não tava mais em “segurança”. Um sentimento de querer chegar em casa logo com o de voltar pra Dublin foi imenso, fiquei angustiada, me abracei com a mochila e fiquei ali sentada olhando pro nada esperando a hora passar!

Finalmente era hora de embarcar tinha uma última noite voando, eram 3hs de voo, pensei cá com meus botões dessa vez consigo dormir o corpo não aguenta mais! Tirei os tênis me acomodei na janela e tentei dormir. Passei por um sono e mais uma vez acordei com o rosto formigando e dormente, dessa vez o lado contrário e junto com a dormência a dor que eu já sentia devido a sinusite. O desespero bateu, olhei no espelho de novo tudo normal, olhei pro lado a mulher estava dormindo, alias todos estavam dormindo! Comecei a chorar baixinho eu queria descer do avião, queria gritar! Chorei muito e dormir novamente, acordei sem dormência dessa vez! Dei graças a Deus quando anunciaram que íamos aterrizar. A saída do avião pareceu uma eternidade e um corredor sem fim até que finalmente encontrei ele, na sala de espera de braços aberto para me receber! Chorei com toda minha propriedade, estava de volta!

Passei mal com o calor, quase matei meus pais de susto (ninguém da minha família sabia que eu estava de volta) em fim fiz tud o que eu tinha direito! Ahhh e dormir também, dessa vez numa cama gostosa, num quarto gelado (ja que o calor tava de matar) enrolada em braços deliciosos e protetores.

Nos dias seguintes foi que a realidade bateu! Eu tinha voltado, pessoas mal educadas, pessoas falando alto, pessoas olhando pra o que tu veste ou deixa de vestir um calor de matar….. Brasil!

Sinto falta de tudo em Dublin, toquei a vida por aqui, tem que tocar não é? Voltei a trabalhar, estudar… segui minha vida mas com a certeza de que um dia volto, ou saio do Brasil de vez, pra Irlanda ou pra outro lugar, mas aqui literalmente não dá mais!!

Agradeço a todos que passaram e ainda passa por aqui! O blog ficará ativo, mas não pretendo escrever mais! Caso queira tirar alguma dúvida ou fazer alguma pergunta é só postar um comentário ou me mandar um email: itanaua@gmail.com

Abraços.

semana imagina

Categorias: Uncategorized | 5 Comentários

Último dia (Mochilão 30º Dia – Grécia)

Nosso último dia de Grécia foi bem tranquilo, mas aproveitamos bastante.

Depois de andar bastante pela cidade, se perder, se achar e tomar um Frozen Yorgute delicioso, fomos ao Museu Arqueológico. Dei uma de besta e perguntei se estudante da União Europeia pagava, mostrei o GNIB e entrei de graça!

O museu é show de bola além de mostrar peças antigas usadas pelos povos de lá

IMG_8278

IMG_8282

IMG_8295

Também continha a estátua de Zeus e Athenas entre outras

IMG_8299

IMG_8302 IMG_8304

IMG_8312

IMG_8328

IMG_8330

 

Depois saímos e fomos olhar o Templo de Zeus

IMG_8338

IMG_8354

 

Depois disso paramos para comer em um restaurante, pedi uma comida típica da Grécia e tomamos mais um frozen Yourgute. Depois disso Carol ficou em um café e eu entrei no Museu da Acropolis.

Lá eles reuniram as peças originais encontradas na Acropolis e montam um verdadeiro quebra cabeça tentando mostrar como era.

IMG_8366

Essa é a miniatura e ao redor de todo o museu tinha as originais ou o que sobrou delas

 

IMG_8377

 

 

 

 

 

IMG_8400

IMG_8381

Parte do corpo de Zeus

 

IMG_8382

Peitoral de Zeus e Athenas ao seu lado

IMG_8397

IMG_8394

Essa é a original da foto acima ( o penúltimo cara abaixado)

 

Foi também nesse museu que estava as estátuas que mostrei no post anterior, uma delas estava sendo restaurada lá na hora, muito massa de ver, pena que não podia bater fotos delas!

Após sair do museu, fomos subir no Monte Lykavittos, lá de cima tem uma bela vista e no por do Sol fica show! Era uma ótima maneira de terminar nosso mochilão e fechar com chave de ouro!

Como sempre algo tem que acontecer, subimos pelo lugar errado e no meio do caminho Carol levou um baita tombo! Depois encontramos a trilha correta e subimos com tranquilidade.

Lá em cima a vista era maravilhosa e ficamos lá até o por do Sol.

IMG_8413

IMG_8416

IMG_8426

IMG_8443

IMG_8465

IMG_8489

O sentimento era só de agradecimento por ter viajado por tantos dias e ter conhecido tantos lugares maravilhosos! Era um misto de emoções a aventura tava acabando literalmente e era hora de voltar! No dia seguinte estávamos embarcando novamente para Dublin e logo depois para o Brasil!

Volto pra contar os últimos dias de Dublin e meu retorno pro Brasil!

 

 

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Mochilão 28º/29º Dia – Grécia

No 28º dia chegamos na Grécia a tardinha, mas não saímos para nenhum canto turístico ficamos ao redor do hostel e localizando os pontos que iríamos no dia seguinte, então não bati nenhuma foto!

No dia seguinte, nosso primeiro dia turistando foi na Acrópole lá abriga uma grande quantidade de monumentos: Parthenon, o Propileu, o Erecteion e o templo de Atena.

Grécia pra mim era muito surreal, tipo uma coisa distante ou que existia só na história geral que eu estudei na escola. A cidade em si não é bonita, nem tem nada de mais, infelizmente por falta de programação/grana/tempo não deu pra ir as ilhas gregas infelizmente. Então o que ficou de interessante mesmo foi olhar a parte da Grécia Antiga, os monumentos, e vê de pertinho o modelo jônico que tanto estudei quando fui fazer vestibular hahaha! Que bom seria se todos que quando tivesse estudando História dos povos antigos pudessem ver o que eu vi!

IMG_8221

Só admirando!

IMG_8197

Ruinas do teatro Dionísio

IMG_8102

o modelo jônico

IMG_8129

Parecia tudo de mentira!

IMG_8113

Acropole de Atenas

IMG_8257 IMG_8212 IMG_8189 IMG_8169 IMG_8167 IMG_8158 IMG_8138 IMG_8093

IMG_8087 IMG_8076 IMG_8074

Todas as estátuas femininas que servem como colunas na entrada do Erechtheion são réplicas. Cinco das originais foram retiradas para serem exibidas no Museu de Acrópole e protegidas da poluição do ar de Atenas; No museu elas estão sendo restauradas e eu já botei na minha programação pra ir no museu olhar as originais!

IMG_8071 IMG_8064 IMG_8061 IMG_8058 IMG_8057 IMG_8051 IMG_8049 IMG_8048 IMG_8047 IMG_8046 IMG_8045 IMG_8044 IMG_8042 IMG_8041 IMG_8040

Passamos o dia todo nessa área olhando as ruínas e lendo sobre a história, foi como voltar no tempo. Almoçamos em um restaurante lá próximo e pedi uma comida típica da Grécia, ele me serviu alguma coisa com carne, bata, queijo… parecia uma lasanha só que com batata machucada no meio! Mas tava gostoso.

Em frente ao restaurante tinha uns vendedores ambulantes que forravam no chão em cima de um pano um monte de tranqueira, provavelmente estavam ilegais ali pois quando vinha a policia em 2segundos recolhiam tudo, deu dó deles, vendo arrumar de desarrumar tudo diversas vezes.

Voltamos já a noitinha pro hostel e fomos papear, já estava no fim do mochilão e tínhamos tanta estória pra contar mas ainda tinha o restinho da Grécia pra curtir!

Até mais!

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Mochilão 27º Dia – Roma

Não, não abandonei o blog, é tempo junto com falta de vontade, com trabalho com estudo com natal e fim de ano!

Mas vamos lá! Está acabando!

O último dia de Roma foi corrido mas muito rico. Era a parte que eu mais queria conhecer a Roma antiga.

Primeira parada foi o Coliseu. Ai que lugar! É simplesmente surreal o que se sente lá dentro!

IMG_7662  IMG_7788

IMG_7670 IMG_7691

Logo na portaria você pode pegar um audio-guia em várias línguas inclusive português. Pegamos 1 pra nós 3, eu Lili e Carol.

O audio-guia vai te levando por dentro do coliseu e contando toda a história, não sei se acontece com todo mundo mas na medida que fui ouvindo fui imaginando as cenas… muitas delas retratadas em filmes como o Gladiador.

IMG_7673 IMG_7658

IMG_7773 IMG_7737

Após o Coliseu fomos ao Palatino e fórum Romano. Tudo pertinho, coladinho!

Outro choque, que coisa linda, aquelas ruínas é coisa de louco, no fórum romano você caminha entre as ruínas e é muito show!

IMG_7879 IMG_7902

IMG_7992 IMG_7825 IMG_7984 IMG_7918 IMG_7916IMG_7859

Em diversas áreas tinha pessoas reconstruindo as áreas colando pedrinhas….

IMG_7913 IMG_7910 IMG_7906  IMG_7901 IMG_7890 IMG_7881  IMG_7873 IMG_7870 IMG_7867  IMG_7854 IMG_7843 IMG_7840 IMG_7837 IMG_7828  IMG_7821 IMG_7820 IMG_7807

Passamos novamente no monumento Vitorio Emanuele

IMG_7957      IMG_7963IMG_7975IMG_7976

Após essa primeira parte resolvemos parar pra comer, e depois de tanto parar em mercados e comprar comida, resolvemos entrar numa pizzaria pra almoçar!! (Me desculpe quem gostou, mas gosto mais da pizza daqui! Que decepção!)

IMG_7966

Depois do almoço resolvemos voltar ao Vaticano, queria vê se conseguia subir na cúpula, passamos pela Boca da Verdade, onde reza a lenda que para saber se uma pessoa estava dizendo a verdade ou não, era necessário que ela colocasse a mão dentro da boca. Se ela estivesse mentindo, a boca devoraria a sua mão. Mas como o que é lenda pode não ser verdade existe outra teoria  a que seria uma tampa de esgoto decorativa! Pela boca, olhos e nariz passava a água que deveria cair diretamente no esgoto! (Eu prefiro a primeira teoria!)

Como tinha muita gente pra tirar foto com a mão dentro da boca, seguimos a diante rumo ao Vaticano! Anda anda anda, se perde, anda anda, se perde, pega o trem e chega ao Vaticano e por causa de 7 minutos de atraso não consigo subir a cúpula e ter a visão geral do vaticano 😦

Depois de quase chorar pro guarda me deixar subir e ele me dizer bilhões de nãos, resolvi ir embora!

Fomos visitar a Basílica de Santa Maria Maior, aquela igreja que você vê na TV onde ocorre a Missa do Galo! Agora entendi porque cabe tanta gente lá dentro! É gigante!!!! E muito bonita!

IMG_8038 IMG_8035 IMG_8034 IMG_8028 IMG_8026 IMG_8015IMG_7934

Voltamos pro centro de Roma, passeamos pela cidade passamos no mercado compramos umas coisas e voltamos já noite pro hostel, acabou a boquinha de viajar de trem no dia seguinte seguíamos rumo ao ultimo País/Cidade!

Categorias: Uncategorized | 3 Comentários

Mochilão 26º Dia – Roma

O dia acordou cedo, 6:30 já estávamos na rua para encontrar Lili e ir rumo a cidade do Vaticano.

Chegando lá tínhamos uma escolha cruel a fazer, ia ter a missa do Papa ao céu aberto e também o Museu do Vaticano tinha entrada gratuíta. Se fossemos ver a missa pegaríamos os melhores lugares para assistir e ficar pertinho do Papa porém não conseguiríamos entrar no museu nem na capela Sistina já que a missa acaba mais tarde e o museu fechava cedo.

Resolvemos ir pro museu primeiro

IMG_7228

Internamente muito bonito com armários antigos datados sabe lá Deus de quando

IMG_7259  IMG_7260

Além de belíssimo Vitrais e estátuas como essa do Pio XI

IMG_7256  IMG_7233 IMG_7257

A belíssima e famosa escadarias (sim é uma foto real e era a minha visão de cima!)

IMG_7279

E o teto do museu, extremamente trabalhado!

IMG_7246 IMG_7461

Uma maquete da cidade do Vaticano e o pátio externo do museu

IMG_7276  IMG_7265

Depois de passear pelo museu fomos para a Capela Sistina, lá a fiscalização é muito grande e proibido qualquer fotografia. Confesso que fiquei bem surpresa, eu imaginava encontrar várias pinturas e tal e encontrei, porém não nas paredes e sim no teto!! As pessoas ficavam sentadas no banco olhando pra cima ou algumas ficava perambulando pela sala olhando cada detalhe dos desenhos. É nessa capela que encontramos o famoso desenho de Michelangelo esse ai em baixo

IMG_7251  A criação de Adão

Depois de sair do museu fomos dar um Alô para o Papa, obviamente já estava tudo bem lotado e ficamos bem atrás.

Mas deu pra ouvir a missa assistir pelos telões e ainda comer uma Hostía abençoada pelo Papa

IMG_7335  IMG_7356

IMG_7318  IMG_7308

IMG_7331

A janelinha onde o Papa aparece que mostra na TV!

IMG_7344

E no meio da missa tinha uma área que as pessoas iam para se confessar.

IMG_7291

No fim da missa se formou uma fila quilométrica para subir na Capela e ter uma mega visão da cidade, porém estava muito grande e iríamos perder muito tempo lá e fomos embora para minha tristeza, porém com a promessa de voltar lá no dia seguinte para vê se conseguia subir!

De lá seguimos para o Castelo St Angelo, não valia a pena pagar para entrar então só demos uma olhadinha batemos umas fotos e seguimos para o famoso Panteon

IMG_7387

Eu tava louca pra ver o Panteon (já falei por causa do filme ehheeh)

IMG_7406  IMG_7429

O famoso teto e sua abertura

IMG_7451  IMG_7445

IMG_7432  IMG_7424

De lá passamos numa praça que esqueci o nome mas é onde foi filmada a sena de Anjos e Demônios, que o cara foi jogado dentro de uma fonte! E eu também não sei onde foi parar a foto!

E seguimos para ver a Fontana de Trevi

IMG_7504  IMG_7533

IMG_7538  IMG_7518

Depois de admirar, bater fotos, não podia deixar de seguir a tradição de jogar minhas moedinhas.

IMG_7526  IMG_7509

Depois resolvemos parar e comer, não me lembro onde foi que comemos mas foi num lugar bem baratinho que servia com talheres descartáveis hahahah! E depois fomos tomar um gelato!

IMG_7395

Depois fomos caminhando e paramos em frente ao Monumento Emanuelle, onde Lili e Carol levaram uma bronca do guardinha porque estavam rindo nas escadarias tentando bater uma foto pulando. O guardinha deu maior bronca dizendo que ali era um lugar de respeito e não de brincadeiras hehehe! Detalhe estávamos no inicio da escadaria nem tínhamos entrado ainda!

IMG_7481

E que a noite fica lindo e batemos umas fotinhas a noite

IMG_7547 IMG_7543

Após a bronca e já a noite resolvemos passar na região do Coliseu a noite para ver a iluminação

IMG_7611 IMG_7600

E no caminho de volta ao hostel encontramos diversas ruínas no meio da cidade de tirar o fôlego e pensar que é coisa de outro mundo!

IMG_7596 IMG_7594 IMG_7587 IMG_7584 IMG_7582 IMG_7580 IMG_7576 IMG_7575 IMG_7567 IMG_7560

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Mochilão 25º Dia – Roma

Por volta das 21hs fomos para estação central de Florença rumo a Roma, o trem era pra sair as 21:30 mas atrasou e chegamos na estação Osteniense em Roma por volta da meia noite. Quando comprei o ticket de trem para Roma resolvi experimentar a C&A Italo principal concorrente da Trenitalia, mas esqueci que ele não vai para estação central de Roma – a Termini, então quando chegamos lá ainda precisamos nos localizar pra pegar mais um trem para ir para estação central e de lá ir pro hostel.

Ao chegar na estação Ostenience um mal cheiro enorme, muitos moradores de rua dormindo dentro da estação, tudo Pichado e sem nenhum funcionário pela estação… chegamos na catraca e as poucas pessoas que vinheram conosco no trem começaram a pular e não pagaram o ticket, ficamos uma olhando pra cara da outra se perguntando se pagaria ou pularia também, mais um passa por nós e fala pode passar tem nenhum fiscal não, pula e vai embora, falei pra Carol pra olhar quanto era o ticket pra estação central pra ter noção de preço, aff era baratinha 2 e pouco, resolvi pagar vai ver lá na outra estação poderia ter fiscal, resolvemos não arriscar e compramos o ticket. Pega o outro trem e chega na estação central, sai da estação a procura do hostel, anda e não encontra volta pra estação vê que pegou a direção errada, pega a certa e segue e as 00:30 chega no hostel.

O Hostel é meio “pulguento”, pegamos um quarto com 10 camas misto (não sei onde foi parar a foto) o quarto possuia 5 beliches, 3 de um lado e 2 do outro e no meio deles uma mesa com 4 cadeiras. O banheiro ficava dentro do quarto, não tinha grades nem armários para guardar os principais pertences, então fiz a mochila de travesseiro mais uma vez.

Acordamos tarde umas 09hs e ali naquela mesa no meio do quarto tomamos nosso café da manhã, tirei meu todynho da mochila com alguns biscoitos (não me lembro exatamente o que comi) mas aquela sensação pra mim não me parecia mais estranha e fiquei pensando o “quão fácil” o ser humano se adapta, ou pelo menos eu me adapto….

Nos arrumamos e quando fomos saímos chuva e mais chuva caía e quando finalmente a chuva para já era 11hs… fizemos nossa primeira parada a Basílica di Santa Maria Maggiore, Basílica linda e enorme…

IMG_7150

IMG_7152

IMG_7153

IMG_7156

Relicário de Cristal

Dizem que esse relicário contem a madeira do Santo Berço da natividade de Jesus Cristo

IMG_7159

IMG_7164

IMG_7166

IMG_7167

IMG_7184

Após sair da primeira Basílica de baixo de chuva fomos para próxima a Basílica de San Giovanni

IMG_7194

IMG_7195

IMG_7197

IMG_7199

IMG_7201

Fiquei impressionada com o tamanho dessa porta

IMG_7202

Ai pedi pra Carol ir pra frente dela pra terem dimensão do tamanho

Após sair da basílica San Giovanni resolvemos comprar uma sombrinha a chuva estava de mais, tinha diversos vendedores ambulantes na rua vendendo, mas daqueles vendedores chaaaato pra kct cai na merda de perguntar a um qual o valor, ele me fala que custa 10 euros!! Oi?? 10 euros em uma sombrinha visivelmente descartável?? Não obrigada! Sai andando com Carol e ele veio atrás baixando o valor da sombrinha e eu dizendo que não queria… depois de muito andar e ele atrás terminou o valor da sombrinha as 2 por 5 euros! kkkkkkk!

Encontramos com Lilli, pois é, ela também veio a Roma ai então fomos pra uma região chamada Cavour e paramos pra almoçar, dessa vez comemos em um restaurante nada de lanche hehehe, mas pagamos caro… não sei se valeu a pena não! Ficamos andando pela cidade…

Já era 5hs da tarde e estava tudo escuro… sinal que o inverno chegou até que passamos pelas ruínas do Templo de Minerva…
IMG_7206 IMG_7207 IMG_7208 IMG_7209 IMG_7212 IMG_7213 IMG_7215 IMG_7220

E pelas ruínas do Templo de Augusto….

IMG_7221 IMG_7222 IMG_7223 IMG_7224 IMG_7225 IMG_7227

Assim que eu vi essas ruínas juro que não sei o que senti… muito louco, era umas das coisas que eu gostaria de ver, as ruínas… por um momento pensei… ah isso é coisa pra turista ver, tipo isso não existia, criaram isso….. mas ai depois cai a ficha que isso existiu a milhares de anos… muito muito show!!!

Depois disso um temporal caiu e tivemos que voltar pro hostel…. tínhamos que dormir cedo amanha era dia de ir pro Vaticano!

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Mochilão 24º Dia – Florença

Tinhamos mais um dia em Florença, Lili finalmente tinha dado notícia de vida, ela perdeu o trem do dia anterior!

O dia fava lindoooo, um sol danado, nem acreditei quando vi, nessa hora pensei mais que merda hoje era o dia de ir a Pisa!

Pois bem no nosso último dia de Florença fomos conhecer um pouco mais da cidade, passei pela casa de Michelangelo, a casa de Danti e fui ver a estátua de Davi original! (Foto que é bom?? Não pode!)

IMG_7143 IMG_7142 IMG_7130

Depois fomos  conhecer o famoso Javali! Reza a lenda que vc deve esfregar o focinho dele (por isso ta brilhoso) fazer um desejo segurando uma moeda na boca dele e depois soltar a moedinha que deverá cair dentro de uma gradezinha em baixo (que na verdade serve para dar o retorno da agua pra boca dele). Segundo a lenda se a moeda cair de primeira lá dentro seu sonho será realizado. A minha e de Carol caiu de primeira. Tem gente que tenta mais de uma vez tem gente que não. Para as moedinhas que não cai pode até não trazer sorte para quem a derrubou mas pra os moradores de rua que fica ali por perto da uma sorte danada, pois eles pegam as moedinhas todinhas que não caem!

IMG_7126 IMG_7122 IMG_7113 IMG_7102 IMG_7096 IMG_7094 IMG_7079 IMG_7077 IMG_7061 IMG_7043 IMG_7033 IMG_7030 IMG_7028 IMG_7026 IMG_7018 IMG_7016

Ficamos rodando pela cidade até a noite, passamos no mercado compramos comida pra jantar e pro café da manhã. Era hora de arrumar as malas o trem partia rumo a Roma as 21:30 uma das cidades que eu mais queria conhecer!

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Mochilão 23º Dia – Pisa

Acordamos relativamente cedo, como passamos no mercado na noite anterior tínhamos comida pro café da manhã. No meio do quarto tinha uma mesinha com 4 cadeiras e foi lá mesmo que comemos, ficamos la tomando nosso café e conversando de como era esquisito e legal essa sensação de está tomando um café improvisado no meio de um quarto cheio de camas com pessoas desconhecidas e como ter esse pouco era mais do que o suficiente. 

Após comer e se arrumar fomos pra estação central combinamos de encontrar a Lili que estava chegando de Veneza pra ir para Pisa conosco. Estava um temporal fiquei preocupada se em Pisa estaria assim, o trem de Lili chega e nada de Lili descer, o trem vai embora e nada de Lili!!!  Vai ver anotamos errado não era esse trem, espera outro… nada de Lili… espera mais um pouco… nada dela! É melhor irmos para nossa plataforma o trem pra Pisa vai sair já já! Anda anda anda, cadê nossa plataforma?…. moço onde sai o trem pra Pisa?? Lá do outro lado garota corra se não vai perder…. corre Carol, corre… Olha lá a plataforma e olha lá o trem partindo… Perdemos o trem pra Pisa!

Foi triste.. e agora? Temos que pagar mais pra pegar o outro trem?? Vamos voltar lá pra onde vende o ticket…. inglês misturado com português a mulher entende o que queremos saber, precisa pagar mais ou não?? Não, por sorte o próximo trem possui a mesma tarifa pode usar o mesmo ticket! Ufa!!! 

Vai ver nesse meio tempo Lili chegou…. nada de Lili! Vamos voltar pra plataforma não tou afim de perder mais um trem… e a chuva aumenta! Pegamos o trem o caminho é curto coisa de 1h chegamos em Pisa de baixo de chuva! 

Da estação para a torre anda um pouco e com a chuva que estava caindo ficamos ensopada! Foi deprimente, mal conseguíamos bater uma focinha decente!

IMG_6971

Realmente é torta hehhehe

IMG_6998

Quem tá na chuva é pra se molhar né!!

IMG_6967

O campanário

 IMG_6994 IMG_6988 IMG_6987    IMG_6969 IMG_6966  IMG_6964

 

 

 

Estava chovendo de mais sem condições de se ficar mais tempo na cidade apesar de que as pessoas acham que não tem o que se ver em Pisa fora a torre, a cidade é muito bonitinha e tem sim alguns pontos turísticos que infelizmente não pude conhecer devido ao tempo! 

Tentmos voltar pra estação de trem depois de algumas fotos frustastes, mas a chuva era tremenda que resolvemos parar num restaurante pequenino mas bem aconchegante. 

20131121_152041

O forno a lenha!

20131121_151141

A decoração

20131121_151128

Mais uma…

20131121_151107

E outra!

E só foi ai que finalmente eu comi uma Pizza decente e tipicamente italiana!! Tava muito gostosa viu!!! Compensou a viagem frustrante! Após passar boas horas lá, isso mesmo horas, já que estava chovendo e não dava pra passear nem voltar pra estação então vamos comer!!!!

Depois de muito comer e nada da chuva passar, era hora de se molhar de novo e voltar pra estação já era noite e não tínhamos noticias de Lili até então. 

Voltamos pra Florença parecendo 2 pintos molhados, corremos pro hostel pra se aquecer e tirar as roupas. Fui pra cama cedo, uns garotos começaram a puxar assunto eram 2 da Inglaterra e estavam fazendo um mochilão de 3 meses, mas o mochilão deles se resumem a dormir de dia e ir pra Bares a noite e ponto turístico que é bom só quando não estão bêbados! No começo tentei conversar pra saber como era a experiência de mochilar por tanto tempo ( e eu jurando que 30 dias mochilando  era muito!) mas logo vi que o conteúdo deles se resumia a bares e bebidas então resolvi dormir! 

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Mochilão 22º Dia – Florença

Chegamos em Florença já era noite, o trem de Veneza pra Florença era muito bom porém muito barulhento, como estava cedo, 19:30 o povo não parava de falar em diversas línguas, era brasileiro, asiáticos, italianos… um blá blá danado!

Depois de +/- 2hs chegamos em Florença, peguei as diretrizes e caminhamos por volta de 1km até o hostel. Pegamos um quarto para 8 pessoas, o quarto era grande e tinha armário individual, fizemos o check-in tomei um banho e dormir.

Levantamos por volta das 8:30 o café da manhã não estava incluso tinha que pagar 6 euros por fora, preferimos dessa vez não pegar, eu tinha todynho na mochila e Carol umas bolachas então entramos em um café em frente ao hostel bem baratinha eu pedi um Croissant pra tomar com meu todynho e Carol pediu um café e assim fizemos nosso café da manhã.

Após o café pegamos o mapa e fomos atrás dos pontos turísticos andando. Aqui ponto turístico tem o mesmo nome de hospital mas só descobri isso depois de caminhar um bocado atrás de uma praça e acabar em frente a um hospital.

A cidade de Florença é beeeem diferente da de Veneza, digo que são belezas diferentes não sei dizer qual é a mais bonita apesar de ter minha preferida.

As igrejas daqui são mais bonitas por fora do que por dentro e por boa parte da cidade se tem muitas estátuas nuas… o Clima estava bem frio apesar de ter sol, mas quem vive em Dublin já sabe Sol não é sinal que está quente hhahaha!

Nesse primeiro dia de Florença não aconteceu nada de extraordinário fizemos tudo a pé e andamos muito. Vamos as fotos!

IMG_6960

Ferrari para fazer teste drive!

IMG_6954

Vista do alto da cidade

IMG_6949

Essa vista é muito utilizada por pintores

IMG_6943

Eu

IMG_6939

Sol… mas casaco de neve e luvas!

IMG_6926

Perfil!

IMG_6908

Tira o casaco pra bater umas fotos!

IMG_6905

Já deu, tá muito frio!

IMG_6890

se esse bosque se esse bosque fosse meeuu…

IMG_6888

eu mandava eu mandava ladrilharr

IMG_6886

IMG_6848

Ponte Vecchio (Ponte Velha)

IMG_6832

Só admirando

IMG_6829

IMG_6821

Ponte Vecchio ao fundo!

IMG_6809

Decoração liiindaaaa

IMG_6807

IMG_6803

IMG_6802

IMG_6775

Réplica da estátua de Michelangelo

IMG_6773

IMG_6770

IMG_6769

IMG_6766

IMG_6761

IMG_6758

IMG_6751

IMG_6747

Exterior das igrejas!

IMG_6738

O interior!

IMG_6734

Adoro os tetos das igrejas!

IMG_6731

IMG_6730

IMG_6721

IMG_6718

IMG_6717 IMG_6714

IMG_6711

 

Voltamos pro hostel já era noite, assistimos um show de passarinhos se aninhando nas árvores que fiquei tão paralisada que esqueci de bater foto, passamos no mercado pra comprar algo pra comer no hostel e fui curtir um pouco a piscina que o hostel tinha, mas não estava me sentindo muito bem acho que 22 dias de mochilão estava começando a pesar, então fiquei coisa de 20 min e fui pro quarto descansar, amanhã era dia de ir pra Pisa!

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Blog no WordPress.com.